7 de ago de 2011

O Vintage está dominando o mundo.

Quando eu comecei esse blog o vintage era uma coisa alternativa, usada por hipster, o pessoal do rackabilly, e amantes de arte retrograda. Mas hoje o vintage é a ultima palavra em moda. É até assustador. Ontem eu fui no shopping. E tudo era vintage, tudo. Tudo mesmo.


Eu não costumo ir em shoppings, eu prefiro lojas de ruas, brechós e aqueles gaupões undergrounds onde vende de tudo, acho que se chama feira rotativa. Mas shopping eu só fui porque o dia dos pais tá chegando. Mas em fim, eu sei que a moda é ciclica, mas tá de mais. Quando agente anda no shopping, temos a sensação que viajamos no tempo, só que não em uma época exata, parece um universo paralelo que mistura os anos 20 até os 80 com a  diferença que existem Tablets.






Pois é, o futurismo está totalmente em baixa, quanto mais coisa velha você usar, mais moderno você é. No começo dos anos 2000, todo mundo queria parecer cybernético, tons de prata e roupas que lembravam Matrix era a moda. Agora as coisas estão parecendo um remake de Casa Blanca.

Eu continuei andando pelo shopping, e  as roupas masculinas, tinham todas estampas de alguma peça vintage,  outras já iam mais além, estava escrito vintage! As femininas tinham todas temas como pin up, cambaré, floral. E lindas ilustrações antigas nas estampas. Gravuras do tempo que as pessoas faziam coisas bonitas por arte, hoje elas fazem coisas bonitas pra ganhar dinheiro. As lojas de decoração o que predominava era os relógios de parede. Todos lembravam os anos 30 pra baixo. E muitos temas de Paris.






Mas eu deveria estar feliz, porque cada vez mais o Universo é Vintage, e esse blog leva exatamente esse nome. Só que eu não estou tão feliz, porque vintage agora é modismo. E o modismos é passageiro. Quando as coisas chegam no modismo, elas estão no ápice e depois do ápice vem a queda.

Bom de qualquer modo, até próxima pessoal, no próximo post tentarei falar sobre o Vintage no cinema.

Nenhum comentário:

Postar um comentário